Saltar para o conteúdo...

Formulário de procura

Close Search
Close Search

EUA abre candidaturas para bolsas de estudo de mestrado

País: 
Angola
Data limite de inscrição/candidatura: 
2018-04-20

A embaixada dos Estados Unidos da América em Angola começou, nesta quarta-feira, a receber as candidaturas para bolsas de estudo de mestrado nas universidades americanas, referente ao ano académico 2019/2020, no âmbito do Programa de Mestrado Fulbright, soube a Angop.

As candidaturas, que vão até 20 de Abril de 2018, habilitam estudantes estrangeiros, que serão seleccionados à bolsa para frequência em regime presencial e a tempo integral de cursos de mestrado nas universidades dos EUA, segundo uma nota de imprensa, chegada hoje à Angop.

As bolsas são destinadas às áreas de administração pública, análise e gestão de política pública, ciências políticas, desenvolvimento económico, direito e direitos humanos, economia agrícola, finanças e banca, gestão do meio ambiente, jornalismo/comunicação, planeamento educacional, planeamento regional e urbano, saúde pública, entre outras.

Para ter acesso à bolsa de estudo, o candidato deve possuir o diploma de licenciatura (4 ou mais anos de estudo universitário, incluindo a defesa de tese e ter em posse o diploma), nacionalidade angolana e residente em Angola, bem como fluência em inglês, refere a nota.

Os candidatos que não preencham esses requisitos serão excluídos. Por outro lado, será dada preferência aos candidatos que não tenham beneficiado de uma bolsa de estudo nos Estados Unidos da América.

As candidaturas devem ser submetidas “on-line”, através da plataforma electrónica https://iie.embark.com/auth/login. Este site dá acesso ao formulário de candidatura, no qual o pretedente deve, primeiro, registar-se para criar uma conta, antes de preencher e submeter o formulário. A candidatura deve ser enviada somente via electrónica.

As bolsas, destinadas aos estudantes estrangeiros, são atribuídas ao abrigo da iniciativa J. William Fulbright, para fortalecer as relações entre o povo norte-americano e os povos de outros países.

Em Angola, desde 1998, quarenta e cinco angolanos beneficiaram deste programa. Ainda no âmbito destas bolsas, um estudante angolano concluiu e chegou ao país recentemente dos Estados Unidos, enquanto outros dois deverão seguir nos próximos meses.

O programa Fulbright começou em 1946, numa iniciativa do Congresso dos Estados Unidos, com o propósito de elevar o entendimento mútuo entre os Estados Unidos da América e outros países, através do intercâmbio entre pessoas, de conhecimentos e competências. Desde o seu início cerca de cinquenta mil estudantes americanos e mais de cento e cinquenta mil estudantes de outros países beneficiaram deste programa.

Mais informações em: http://www.fulbright.pt/bolsas/