Saltar para o conteúdo...

Formulário de procura

Close Search
Close Search

Projeto EuroAGE: IPCB desenvolve aplicações robóticas para interação com pessoas idosas

Projeto EuroAGE: IPCB desenvolve aplicações robóticas para interação com pessoas idosas
Fonte: 
Instituto Politécnico de Castelo Branco, Portugal, 2017-12-11

A Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Castelo Branco recebeu recentemente uma reunião dos membros do IPCB envolvidos no Projeto EuroAGE (www.euroage.eu), que pretende desenvolver Iniciativas Inovadoras para a Promoção do Envelhecimento Ativo na Região EUROACE.

A equipa do IPCB é coordenada por Paulo Gonçalves, docente da Escola Superior de Tecnologia, e integra docentes da Escola Superior de Educação (Cristina Pereira e Maria João Guardado Moreira) e da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias (Vítor Pinheira), dois bolseiros de investigação (Samuel Santos e Simão Silva), assim como alunos da licenciatura em Engenharia Industrial (Bernardo Lourenço, David Duarte, João Mendes).

O EuroAGE é um projecto INTERREG, financiado a 75% pelo FEDER, liderado pelo Centro de Cirurgía de Mínima Invasión Jesús Usón de Cáceres integrando, para além do Instituto Politécnico de Castelo Branco, o Politécnico da Guarda, a Universidade de Coimbra, o Cluster Sociosanitario de Extremadura-Cáceres e o ROBOLAB da Universidade de Extremadura. Envolve ainda cerca de uma dezena de instituições e organizações profissionais, públicas e sociais portuguesas e espanholas, que dinamizarão intervenções no âmbito territorial do projeto. Tem um orçamento global de 1.225.459 euros e terminará em 2019.

O projeto EuroAGE tem três linhas de ação principais:

  • A definição de metodologias e sistemas tecnológicos para a promoção da saúde e bem-estar de idosos;
  • Robótica social como tecnologia assistiva em casas inteligentes, potenciando a autonomia, a cognição e as relações socio-emocionais de idosos;
  • Rede de investigação, desenvolvimento e inovação, de tecnologias assistivas para o idoso.

O objetivo temático do projeto é potenciar a investigação, desenvolvimento tecnológico e inovação, contribuindo para a melhoria das infraestruturas de investigação e inovação. Os objetivos específicos passam por:

  • Fomentar a vida autónoma saudável, especialmente para as pessoas idosas;
  • Impulsionar iniciativas inovadoras baseadas nas tecnologias e no conhecimento desenvolvido pelos parceiros;
  • Integrar o conhecimento técnico no desenvolvimento de atividades aplicando os resultados no território (cooperação transfronteiriça);
  • Promover o envelhecimento ativo através da atividade física, cognitiva e sócio-emocional;
  • Minimizar gastos e otimizar recursos nos sistemas públicos de saúde e modernizar o tecido empresarial do setor.

A equipa desenvolve atualmente o seu trabalho na área dedicada à robótica social, onde é necessário conhecer atividades e rotinas do idoso nas instituições parceiras locais, como é o caso da Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco. Desta forma, o grupo das Ciências Sociais e humanas desenvolve trabalho para identificar as atividades que os utentes desenvolvem no seu dia-a-dia, os seus interesses, bem como o envolvimento, iniciativa e interações sociais. Com este estudo são identificadas possíveis ações ou tarefas de interação humano - robô com o objetivo de promover maiores níveis de envolvimento e interação social.

Paralelamente, a equipa de Engenharia, com constante interação com a equipa das Ciências Sociais, desenvolve aplicações robóticas para os robôs que irão interagir com os idosos. Neste ano já foi realizado um primeiro teste com robôs pequenos, bem sucedido, que agora está a ser aperfeiçoado com novas metodologias para a interação entre o robô e o idoso. Um novo robô, de médio/grande porte, está neste momento a ser fabricado numa empresa nacional, com características específicas para o projeto EuroAGE, que permitirá a manipulação de objetos, socializar, e deslocar-se autonomamente na instituição parceira, com a finalidade de atingir as metas do projeto e assim promover o envelhecimento ativo da população.