Saltar para o conteúdo...

Formulário de procura

Close Search
Close Search

UMN aposta num maior intercâmbio com as instituições homologas

Fonte: 
ANGOP, Angola, 2017-07-22

A conquista de espaço em fóruns de organizações académicas internacionais para o país é um dos impactos positivos apontados pelo reitor da Universidade Mandume Ya Ndemufayo (UMN), Orlando da Mata, na sua nomeação a presidência da Associação das Universidades Língua Portuguesa (AULP).

O responsável, que falava em conferência de imprensa, no Lubango, disse que para a UMN a conquista vai de encontro com a política de internacionalização da universidade, beneficiando o país.

“Nos próximos tempos queremos que o nome da nossa Universidade não fica só limitado a província e ao país. O nosso nome vai ser ouvido em todos os países da Comunidade Países de Língua Portuguesa (CPLP), conferindo um impacto multiplicador” considerou.

Afirmou que a conquista vai impulsionar investigadores da associação a ter relações com a UMN, chegando com mais facilidade a outros cantos do país.

“Teremos várias oportunidades e possibilidades e se não aproveitarmos bem vai ficar apenas no papel” acrescentou.

Fez saber que no encontro da sua nomeação, a Escola Superior Pedagógica do Namibe assinou um convénio com a Faculdade de Ciências da Educação da Universidade de São Paulo. A mesma ofereceu 10 bolsas para a formação de pós-graduação de estudantes e professores da homóloga do Namibe.

“É desta forma que as universidades devem aproveitar as oportunidades que surgem, através de parcerias e sua implementação pratica”.

O país tem ao momento 14 universidades e 12 institutos superiores membros da AULP.