Saltar para o conteúdo...

Formulário de procura

Close Search
Close Search

Mais de 80 docentes, estudantes e profissionais de vários países debatem a qualidade do ensino de engenharia

Mais de 80 docentes, estudantes e profissionais de vários países debatem a qualidade do ensino de engenharia
Fonte: 
Instituto Politécnico de Setúbal, Portugal, 2017-06-07

Politécnico de Setúbal promove encontro da Associação Ibero Americana de Instituições de Ensino de Engenharia.

Mais de 80 docentes, estudantes e profissionais da área de engenharia provenientes de Portugal, Brasil, Argentina, Colômbia, França, Holanda, Irlanda, Chile, Equador, Uruguai e Espanha participaram, de 31 de maio a 02 de junho, no Encontro Internacional de Ensino de Engenharia da ASIBEI (Asociación Iberoamericana de Instituciones de Enseñanza de la Ingeniería), promovido pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS).

Em debate estiveram diferentes temáticas de grande relevância para o ensino da engenharia, com destaque para a "Garantia da Qualidade nas Formações de Engenharia" e a "Aprendizagem Ativa na Educação em Engenharia".

De acordo com o Presidente do IPS, Prof. Doutor Pedro Dominguinhos, existem vários desafios, em especial na conjugação do rigor científico com métodos de ensino que promovam o sucesso académico, pelo que “este encontro foi crucial porque reuniu diferentes perspetivas de âmbito internacional e também porque a engenharia no nosso contexto representa cerca de 45% dos estudantes e são um ativo fundamental até pela região em que nos inserimos, extremamente industrial”.

O programa contou com visitas aos laboratórios das Escolas Superiores de Tecnologia do IPS e várias sessões de trabalho e de networking, com vista à melhoria contínua da qualidade e estrutura das formações e dos métodos de ensino/aprendizagem, para que sejam mais dinâmicos, interativos e reforcem a ligação ao tecido empresarial.

Destas atividades resultou a apresentação de “diferentes perspetivas sobre a problemática da qualidade nas formações de engenharia e de experiências diferenciadas no que diz respeito à aprendizagem ativa, o que suscitou elevado interesse por parte dos participantes”, realça o Prof. Doutor Armando Pires, docente do IPS e representante do Instituto na ASIBEI. O docente sublinhou igualmente a necessidade de reforçar “a mobilidade académica entre os membros da ASIBEI, havendo para isso que aumentar a capacidade de financiamento através da concretização de projetos”. Ainda de acordo com o Prof. Doutor Armando Pires, esta semana de trabalho materializou-se “numa excelente iniciativa do IPS, quer do ponto de vista técnico-científico-pedagógico, quer do ponto de vista promocional”.

Durante a iniciativa foram também celebrados Convénios entre o IPS e as instituições da ASIBEI, nomeadamente dois acordos de cooperação com a Escuela Politécnica Nacional-Equador e a Universidad Central del Ecuador; e sete cartas de intenções com a Universidad de las Fuerzas Armadas do Equador, a Universidad Nacional de Colombia, a Universidad Tecnológica Nacional e a Universidad Nacional de San Luís da Argentina, o Instituto Militar de Engenharia do Brasil, a Universidad Arturo Prat do Chile e a Universidad Santiago de Chile.

Estes convénios e as cartas de intenção constituem-se num importante passo para a cooperação entre o IPS e as Instituições parceiras da ASIBEI.