Saltar para o conteúdo...

Formulário de procura

Close Search
Close Search

UBI e ISCTEM de Moçambique preparam cooperação na saúde

UBI e ISCTEM de Moçambique preparam cooperação na saúde
Fonte: 
Universidade da Beira Interior, Portugal, 2017-05-12

O reitor do Instituto Superior de Ciência e Tecnologia de Moçambique visitou a UBI, com a qual pretende estabelecer parcerias.

A Universidade da Beira Interior (UBI) e o Instituto Superior de Ciência e Tecnologia de Moçambique (ISCTEM) poderão avançar com uma parceria abrangendo preferencialmente a área da saúde, mas também informática e arquitetura. A possibilidade de cooperação fez parte do diálogo mantido pelo reitor do ISCTEM, João Leopoldo da Costa, com o reitor da UBI, António Fidalgo, e o presidente da Faculdade de Ciências da Saúde, Luís Taborda Barata, durante a visita que o responsável moçambicano fez à UBI.

Na terça-feira, dia 3 de abril, João Leopoldo da Costa reuniu-se com António Fidalgo, antes de visitar a FCS, onde encontrou um modelo de ensino que pretende aplicar na sua academia. “Fiquei particularmente impressionado com as metodologias de ensino que estão em vigor na FCS. Por isso, gostaria de que os nossos docentes adquirissem aqui alguma experiência para ser posta em prática na nossa escola”, considerou João Leopoldo da Costa.

A UBI, através da FCS, pode colaborar com o ISCTEM na formação de recursos humanos, tanto na vertente de pré como da pós-graduação. O presidente da FCS entende que as duas instituições podem envolver-se em projetos estratégicos desse e outros âmbitos, uma vez que as duas academias encontram afinidades.

“É para nós uma honra colaborar com o ISCTEM porque é uma instituição de qualidade e com um sentido estratégico para o futuro”, referiu Luís Taborda Barata, que acrescenta importância dos acordos celebrados com países lusófonos: “É muito mais fácil criar cumplicidade com países com quem partilhamos anos de história, sejam africanos, da América do Sul, ou Extremo Oriente. Esse sentido de comunhão torna tudo mais simples”.

Durante a reunião mantida com António Fidalgo, foi abordada a possibilidade de se estabelecer cooperação ao nível de informática e do curso de arquitetura, área que o reitor do ISCTEM pretende implementar na instituição que dirige, na qual gostaria de ter o apoio da UBI.