Saltar para o conteúdo...

Formulário de procura

Close Search
Close Search

Empresa nascida na UMinho elogiada pela Comissão Europeia

Empresa nascida na UMinho elogiada pela Comissão Europeia
Fonte: 
Universidade do Minho, Portugal, 2017-05-08

Critical Materials atua no setor da aeronáutica, tendo já colaborado com entidades de renome internacional.

A Critical Materials, empresa nascida na Universidade do Minho, foi recentemente reconhecida pela Comissão Europeia como exemplo de boas práticas na aplicação dos fundos europeus. Esta tecnológica que atua nos setores da aeronáutica e da defesa é apresentada pelo seu diretor e professor da UMinho Gustavo Dias esta terça-feira, na Fundação Champalimaud, em Lisboa, na iniciativa “Bolsa do Empreendedorismo do Dia da Europa”, que abre com Carlos Moedas, comissário europeu da Investigação, Ciência e Inovação, entre outros oradores.

“Este reconhecimento da UE resulta do trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos. Com o Plano Juncker, conseguimos consolidar a empresa e estimular o seu crescimento ao nível do software e hardware e de novos mercados. As ferramentas disponíveis são muito interessantes, mas difíceis de trabalhar. Os projetos têm que estar muito bem maturados, são validados por técnicos de altíssima competência, logo a sua aprovação é uma garantia de qualidade”, realça Gustavo Dias, que intervém às 11h30, após o comissário Carlos Moedas, a secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, Graça Fonseca, o chefe do Gabinete do Banco Europeu Investimento em Portugal, Kim Kreilgaard, entre outros.

Projetos com a Agência Espacial Europeia, a Boeing e Airbus

A Critical Materials foi fundada em 2009 por Gustavo Dias e Júlio Viana, ambos docentes do Departamento de Engenharia de Polímeros da UMinho há mais de 20 anos. Com sede no AvePark - Parque de Ciência e Tecnologia das Caldas das Taipas, em Guimarães, a empresa é constituída maioritariamente por engenheiros da academia minhota (80% doutorados) e conta com uma forte ligação ao seu Polo de Inovação e Engenharia de Polímeros (PIEP). Focada na criação de tecnologias e produtos para monitorização e diagnóstico da aplicação de materiais inteligentes na indústria aeronáutica e no setor da defesa, a Critical Material tem vindo a colaborar com várias empresas e entidades de renome mundial, como a Agência Espacial Europeia, a Boeing a e Airbus.

O seu principal produto é o PRODDIA, uma ferramenta de gestão de sistemas de saúde que avalia a condição material e a integridade estrutural de componentes críticos em aeronaves, turbinas eólicas e outras infraestruturas complexas. “O sistema avisa quando os aviões precisam de intervenções de inspeção e manutenção. As principais vantagens são a diminuição dos custos diretos de manutenção e o aumento da disponibilidade das aeronaves, ao nível da redução de peso, com novas metodologias de projeto para futuras aeronaves, e com a consequente diminuição de combustível”, refere Gustavo Dias. A Critical Materials faz parte do Grupo Critical. Tem o site www.critical-materials.com.