Saltar para o conteúdo...

Formulário de procura

Close Search
Close Search

XXVI Encontro da AULP, Díli, Timor-Leste 2016

XXVI Encontro da AULP, Díli, Timor-Leste 2016
País: 
Timor Leste
Data de início: 
2016-06-29
Data de fim: 
2016-07-01
Data limite de inscrição/candidatura: 
2016-05-20

ROTAS DE SIGNOS

MOBILIDADE ACADÉMICA E GLOBALIZAÇÃO NO ESPAÇO DA CPLP E MACAU

A Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP), que reúne mais de 150 universidades e instituições de Ensino e Investigação dos países da CPLP e Macau, vai realizar dias 29, 30 de Junho e 1 de Julho o seu XXVI Encontro.

Este ano a AULP conta com o acolhimento da Universidade Nacional de Timor Lorosa’e que nos submete esta reflexão:

Os signos significam. E a sua articulação viabiliza a transmissão de conhecimentos, seja num sintagma, numa fórmula matemática, no esquema de uma reação química ou de uma descrição botânica, num poema ou num mito. Os signos revelam um aspeto dual, constituído pelo significante - ou suporte material do signo - e o significado, que é o conceito que lhe está associado numa dada cultura. Ao mesmo significante podem associar-se significados distintos e um código é um sistema que relaciona significados e significantes.

Os signos migram, permanecem ou transmutam-se. A cruz de Cristo pintada nas velas das naus portuguesas tornou-se um vetor maior da empresa da expansão marítima e da globalização, esta simbolizada na esfera armilar e ancorada no sextante. As especiarias e o sândalo foram um marco das rotas no sul e sudeste asiático, e o pau-brasil indiciou o único país do mundo com nome de árvore, desta feita do outro lado do mundo, onde medrou a mangueira provinda da Índia.

Garcia de Orta escreveu um tratado conhecido como Colóquios dos simples e drogas da Índia, cuja edição original foi publicada em Goa no ano 1563, onde apresentou na forma de diálogos as propriedades botânicas, terapêuticas e medicinais de um vasto conjunto de plantas.

A mobilidade académica é um corolário da globalização, na difusão do conhecimento e da produção científica, sendo ainda um eixo prioritário da enunciação política da CPLP. Mas como promovê-la? E como reconhecê-la por forma a que os estudantes possam creditar de forma integrada o seu aprendizado nos diferentes países lusófonos e os docentes e investigadores possam ver facilitados os seus trabalhos de cooperação? Eis aqui desafios que merecem ser ponderados visando-se a procura de soluções.*

*Texto proposto pela universidade de acolhimento.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A agenda do Encontro abordará diversos aspetos em torno de: “Rotas de signos: mobilidade académica e globalização no espaço da CPLP e Macau” sendo este tema distribuído por várias sessões:

1) Políticas e estratégias de viabilização da mobilidade académica nos países lusófonos

2) Ciências: difusão e desenvolvimento(s) em língua portuguesa

3) Rotas de signos: sentidos, migrações e interculturalidade

4) Paisagens, natureza e cultura

5) Outros desafios das Instituições de ensino superior da AULP

Paralelamente ao Encontro, estão previstas atividades de índole cultural e científica.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

INFORMAÇÕES RELEVANTES

A data limite de entrega dos artigos/comunicações finais para os intervenientes com comunicações aceites é 10 de junho. Artigos entregues fora do prazo limite poderão não ser aceites.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

CUSTOS DE INSCRIÇÃO

Conforme decisão do Conselho de Administração da AULP de 15 de julho de 2015 em Cabo Verde, as inscrições das participações individuais têm o valor de 250€, a efetuar até 30 de maio para a AULP IBAN: PT50 0033 0000 0000 1669 974 39 BIC/SWIFT: BCOMPTPL do Banco Millennium BCP, Rua Rodrigues Sampaio 18A 1150-280 Lisboa, Portugal. A transferência deverá ser devidamente identificada.

Em conformidade com a decisão do Conselho de Administração da AULP de 29 de fevereiro de 2016 em Lisboa, aos membros titulares e associados é permitido até um máximo de três participações sem custo de inscrição.

Os membros titulares e associados com as quotas regularizadas podem solicitar a inscrição de mais dois estudantes sem qualquer custo.

A AULP conforme decisão do Conselho de Administração de 29 de fevereiro de 2016 em Lisboa, reserva-se o direito de solicitar o valor da inscrição aos membros titulares e associados que tenham a situação de quotas por regularizar.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A AULP disponibiliza ainda um programa de viagem e alojamento elaborado pela agência Intertur. Para mais informações contacte Intertur - Pedro Tomaz, pedrotomaz@intertur.pt; geral@intertur.pt.