Prémio Fundação Oriente 2019

Prémio Fundação Oriente 2019

O Prémio “Fundação Oriente” destina-se a incentivar e dinamizar a pesquisa, e a investigação científica na História, Artes, Letras e Ciências ligadas ao Mar, e à presença portuguesa na Ásia Oriental. O referido prémio, é constituído por um diploma e por uma quantia pecuniária no valor de 5.000€ (cinco mil euros).

Podem concorrer a este Prémio os cidadãos nacionais ou estrangeiros que apresentem trabalhos originais nos domínios referidos. Consideram-se originais os trabalhos inéditos ou cuja publicação tenha sido concluída no ano a que se refere o concurso ou, ainda, no ano anterior.

Os trabalhos apresentados a concurso devem dar entrada na Academia de Marinha até às 16h30 do dia 30 de setembro de 2019 (segunda-feira).

O Regulamento do Prémio está à disposição dos concorrentes no Portal da Academia de Marinha, com o seguinte endereço: http://academia.marinha.pt/pt/academiademarinha/Paginas/Legislacao.aspx

Para mais informações pode contatar diretamente a Academia pelas vias abaixo indicadas:
ACADEMIA DE MARINHA
Edifício da Marinha
Rua do Arsenal
1149-001 LTSBOA
Telef.: + 351 210 984 70*/9110
E-mail: academia.marinha@marinha.pt

XXIX Encontro AULP (CHAMADA DE ARTIGOS)

XXIX Encontro AULP (CHAMADA DE ARTIGOS)

O XXIX Encontro da AULP irá realizar-se de 03 a 05 de julho de 2019 em Lisboa tendo como anfitrião o Instituto Politécnico de Lisboa, Portugal.

Tema: Arte e Cultura na Identidade dos Povos
Subtemas:
1) Arte e Cultura
2) Saúde e Tecnologia
3) Educação e Coesão Social
4) Comunicação e Política

INFORMAÇÕES RELEVANTES
Os resumos das comunicações devem ser entregues via email (aulp@aulp.org) até à data limite de 10 de maio.
Notificação de aceitação a 22 de maio.
Submissão de artigos finais até 31 de maio.

______________________________________________________________

CUSTOS DE INSCRIÇÃO
Conforme decisão do Conselho de Administração da AULP de 15 de julho de 2015 em Cabo Verde, as inscrições das participações individuais têm o valor de 250€, a efetuar para a AULP IBAN: PT50 0033 0000 0000 1669 974 39 BIC/SWIFT: BCOMPTPL do Banco Millennium BCP, Rua Castilho, 42, Galeria 44 B, 1250-071 – Lisboa – Portugal. A transferência deverá ser devidamente identificada.

Em conformidade com a decisão do Conselho de Administração da AULP de 29 de fevereiro de 2016 em Lisboa, aos membros titulares e associados é permitido até um máximo de três participações sem custo de inscrição.

Os membros titulares e associados com as quotas regularizadas podem solicitar a inscrição de mais dois estudantes sem qualquer custo.

A AULP conforme decisão do Conselho de Administração de 29 de fevereiro de 2016 em Lisboa, reserva-se o direito de solicitar o valor da inscrição aos membros titulares e associados que tenham a situação de quotas por regularizar.

______________________________________________________________

Normas
Submissão de Artigos para apresentar no Encontro e publicação no Livro de Atas

Durante a Chamada de Artigos é solicitado o envio de um resumo da comunicação em português (até 150 palavras), com palavras-chave (entre 4 e 6) que poderá ser ou não aceite. O documento deve estar escrito em word e conter o nome e instituição de todos os autores. Pelo menos um dos autores terá de estar inscrito no Encontro e apresentar o artigo.

Artigos entregues fora de prazo poderão não ser publicados.

O Livro de Atas não poderá exceder as 400 páginas pelo que alguns artigos poderão não ser considerados para publicação.

O artigo final deve ser enviado exclusivamente em formato word, utilizando o template “AULP_Template_LivroAtas”, não podendo exceder as 15 páginas.

Todos os artigos, excepto os discursos de abertura e encerramento, deverão conter bibliografia/referências no formato APA (exemplo e regras em anexo).

Só serão aceites artigos escritos exclusivamente em português.

XXIX Encontro da AULP, Lisboa, Portugal 2019

XXIX Encontro da AULP, Lisboa, Portugal 2019

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

Instituição / Local: Instituto Politécnico de Lisboa
País: Portugal
Data de início: 2019-07-03
Data de fim: 2019-07-05

O XXIX Encontro da AULP irá realizar-se de 03 a 05 de julho de 2019 em Lisboa tendo como anfitrião o Instituto Politécnico de Lisboa, Portugal.

 

Tema: Arte e Cultura na Identidade dos Povos

Subtemas:
Arte e Cultura
Saúde e Tecnologia
Educação e Coesão Social
Comunicação e Política

 

INFORMAÇÕES RELEVANTES

As inscrições decorrem até ao dia 3 de junho.
Os resumos das comunicações devem ser entregues via email (aulp@aulp.org) até à data limite de 10 de maio.
Notificação de aceitação a 22 de maio.
Submissão de artigos finais até 31 de maio.

 

CUSTOS DE INSCRIÇÃO

Conforme decisão do Conselho de Administração da AULP de 15 de julho de 2015 em Cabo Verde, as inscrições das participações individuais têm o valor de 250€, a efetuar para a AULP IBAN: PT50 0033 0000 0000 1669 974 39 BIC/SWIFT: BCOMPTPL do Banco Millennium BCP, Rua Castilho, 42, Galeria 44 B, 1250-071 – Lisboa – Portugal. A transferência deverá ser devidamente identificada.

Em conformidade com a decisão do Conselho de Administração da AULP de 29 de fevereiro de 2016 em Lisboa, aos membros titulares e associados é permitido até um máximo de três participações sem custo de inscrição.

Os membros titulares e associados com as quotas regularizadas podem solicitar a inscrição de mais dois estudantes sem qualquer custo.

A AULP conforme decisão do Conselho de Administração de 29 de fevereiro de 2016 em Lisboa, reserva-se o direito de solicitar o valor da inscrição aos membros titulares e associados que tenham a situação de quotas por regularizar.

II Campeonato Mundial de Debate em Língua Portuguesa

II Campeonato Mundial de Debate em Língua Portuguesa

A Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP) irá participar no II Campeonato Mundial de Debate em Língua Portuguesa organizado pela Sociedade de Debate da Universidade de Lisboa (SDUL).

A SDUL – Sociedade de Debate da Universidade de Lisboa está a organizar a 2.ª edição do Campeonato Mundial de Debate em Língua Portuguesa (II CMDLP), a decorrer de 23 a 28 de Abril, no Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa. O evento divide-se em 3 componentes: o Ciclo de Conferências, com convidados de renome da Lusofonia; o Ciclo de Formações, online e presenciais, temáticas e relacionadas com o debate; e, por fim, o Torneio da Lusofonia (sob formato de Debate Competitivo, em modelo Parlamento Britânico). Esperam-se mais de cem estudantes provenientes de toda a Lusofonia, que terão a oportunidade de esgrimir argumentos e ideias num verdadeiro intercâmbio cultural.

De 23 a 28 de abril, Lisboa será o epicentro do debate lusófono! Inscreve-te já no II CMDLP.
Sabe mais em www.facebook.com/cmdlp2019/ ou em www.sdul.pt/

Timor- Leste, A Presença Portuguesa desde a Reocupação à Invasão Indonésia (1945- 1975)

Timor- Leste, A Presença Portuguesa desde a Reocupação à Invasão Indonésia (1945- 1975)

A obra ‘Timor- Leste, A  presença portuguesa desde a reocupação à invasão Indonésia (1945- 1975)’, conta com a sua primeira edição publicada desde junho de 2018, pela Âncora Editora, sendo a mesma da autoria de Fernando Augusto de Figueiredo.

O autor da obra é Doutor em História, pela Faculdade de Letras de Universidade do Porto; assim como investigador no Centro de Estudos Históricos (CEH) da Universidade Nova de Lisboa, e do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (CLEPUL). A juntar às atividades mencionadas, Fernando Augusto de Figueiredo conta ainda com inúmeras obras publicadas sobre Timor-Leste, incluindo-se nelas também artigos em livros e jornais portugueses e timorenses.

Nesta obra, podemos encontrar um registo monográfico da história, constituindo a continuação da obra ‘Timor: A Presença Portuguesa (1769- 1945)’, publicado em 2011. Nesse mesmo sentido, este estudo vem procurando informar sobre a presença portuguesa em Timor, entre a reocupação e a saída da administração do território (1945- 1975).

A descrição dos acontecimentos toma um rumo através de um enquadramento político no sistema colonial português, o relacionamento com dois países que impactaram a região (Indonésia e Austrália), assim como abordagens sobre administração, economia, finanças, obras públicas, transportes e comunicações, sempre a par da sociedade, instrução, religião, saúde e assistência social.