CPLP, Camões, I.P. e AULP assinam protocolo para Bolsas PROCULTURA PALOP-TL

CPLP, Camões, I.P. e AULP assinam protocolo para Bolsas PROCULTURA PALOP-TL

No passado dia 28 de janeiro de 2020, na sede da CPLP, em Lisboa, a Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP) assinou em conjunto com a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e com o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua (Camões, I.P.) o protocolo de parceria para apoio à mobilidade de estudantes do ensino superior no setor da cultura, no âmbito do projeto da União Europeia (UE) – Promoção do Emprego nas Atividades Geradoras de Rendimento no Setor Cultural nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa e Timor-Leste (PROCULTURA PALOP-TL).

A cerimónia de assinatura do protocolo de implementação do PROCULTURA (PALOP-TL) realizou-se na presença das partes, do Secretário Executivo da CPLP, Francisco Ribeiro Telles, do Vice-Presidente do Camões, I.P., Gonçalo Teles Gomes, e pelo Presidente da AULP, Orlando da Mata, e também na presença dos membros do Conselho de Administração da AULP, representantes dos Estados-membros da CPLP, da União Europeia, Observadores Associados e de Observadores Consultivos da CPLP, entre outros convidados.

O protocolo de implementação “PROCULTURA – Promoção do Emprego nas Atividades Geradoras de Rendimento no Setor Cultural nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa e Timor-Leste” trata-se de uma ação financiada pela UE e cofinanciada e gerida pelo Camões, IP, num valor total de 498.000 euros.

Deste valor, cerca de 228.000 euros são atribuídos para 50 bolsas de estudo e subsídios de viagem aos estudantes em mobilidade, seja ao abrigo dos programas Erasmus+ ou no âmbito do Programa Mobilidade AULP. O remanescente, perto de 270.000 euros, destinam-se ao financiamento de acções de formação e esclarecimento para capacitação institucional em matéria de formalização de candidaturas aos Programas Erasmus+ ou Programa Mobilidade AULP pelas instituições de ensino superior dos PALOP e de Timor-Leste.

Esta ação tem um período de implementação entre 2020 e 2023 e pretende, na totalidade, atribuir 100 bolsas a estudantes dos PALOP-TL, com o objetivo de contribuir para o aumento de emprego em atividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nestes países.

 

Ação financiada Pela União Europeia.

Ação cofinanciada e gerida pelo Camões, I.P.